Baixos Preços

sábado, 17 de janeiro de 2015

Como Calcular Férias Proporcionais



Como Calcular Férias Proporcionais 


A legislação brasileira é uma das mais completas no quesito direito do trabalhador: ela nos garante uma série de ações que as empresas devem seguir na hora de nos contratar e, até mesmo, demitir. 

Por lei, todo e qualquer trabalhador tem direito a um período de 30 dias de férias depois que se completa um ano de trabalho, ou seja: a cada ano, trabalhado você pode e deve retirar 30 dias de descanso.

Quando tira férias, o trabalhador ainda tem direito a receber o mês de salário mais o acréscimo de um terço do valor recebido, no máximo em até dois dias antes que sair efetivamente para o período de descanso.

Mas, em alguns casos, a empresa pode demitir o funcionário antes que ele consiga tirar as férias ou, até mesmo, a própria pessoa pede para não ocupar mais o cargo e o coloca à disposição. Nesses casos, muita gente não sabe como fazer o cálculo de suas férias, as chamadas férias proporcionais.




Como calcular as férias proporcionais

Se você pediu demissão, saiba que a primeira coisa que deve fazer é avisar com, pelo menos, um mês de antecedência à empresa que você deixará o trabalho. Depois disso, saiba que você tem direitos, como, por exemplo: 13º salário proporcional ao ano de trabalho, férias proporcionais do tempo que trabalhou e, também, saldo do salário.

Agora, se você for desligado pela empresa, você tem direitos como o 13º, saldo do salário, férias proporcionais e, também, você poderá retirar seu FGTS e receber seguro-desemprego.


Para fazer com que você saiba calcular de forma correta suas férias proporcionais, vamos lhes mostrar como ela é feita e como você mesmo pode já ter base do quanto vai receber, de acordo com um cálculo simples e rápido.

Como calcular suas férias proporcionais

Antes de fazer o cálculo, é preciso que você tenha em mãos o valor de seu salário bruto mensal. Depois, você deve pegar esse valor e dividi-lo pelo número de meses do ano, ou seja, por doze. Este resultado será o valor mensal de suas férias proporcionais, ou seja, aquilo que você recebe por mês trabalho.

Vamos supor que o seu salário seja de dois mil reais mensais. Então, você deve pegar R$ 2.000 e dividir por 12. O resultado é R$ 166,66. Esse é o valor que você recebe a cada mês trabalhado em suas férias. Assim sendo, se você trabalhou por seis meses e foi demitido, você deverá receber de férias proporcionais, no valor de R$ 1.000.

Mas, e se o número de meses que você trabalhou não for redondo? Ou seja, você trabalhou sete meses e 20 dias. Como o cálculo deverá ser feito? Nesse caso, a conta é feita da seguinte maneira: você pega o valor mensal e divide pelo número de dias trabalhados no mês, normalmente 22. Nesse caso, você pega o valor de R$ 166,66 e divide por 22, que, na conta, dá um resultado de R$ 7,57 reais. Então, você multiplica esse valor pelos dias trabalhados – no caso, 20, com um resultado de R$ 151,51.

Nenhum comentário:

Cotação do Dolar

Super Oferta Vemmm!!!!

Indicadores Financeiros Diversos

Grande Promoção

Promoção Relampago Nâo Perca

Online no Site

mailorder brides contador de visitas Contatore visite